quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Dia Mundial do Vegetarianismo / Consumo de carne: os números insustentáveis

Dia 1 de Outubro é Dia Mundial do Vegetariansimo.

Criado em 1977 pela Sociedade Vegetariana Norte Americana, este dia tem como objectivo celebrar o vegetarianismo não apenas enquanto hábito alimentar, mas sobretudo como estilo de vida que promove a saúde e a sustentabilidade.


Este ano, as comemorações são assinaladas com a Semana Vegetariana Mundial. Até 7 de Outubro, várias organizações por todo o mundo juntam-se a este movimento, que visa promover "o nosso bem-estar e o do nosso planeta".
Em Portugal, a Semana Vegetariana 2009 é promovida pelo Centro Vegetariano, que convida todas as associações, restaurantes vegetarianos, lojas de produtos naturais e outras entidades a juntarem-se a esta iniciativa, organizando workshops, palestras, demonstrações culinárias ou outras formas de promoção.

Consumo de carne: os números insustentáveis

São muitas as razões que podem ser enumeradas para a prática do vegetarianismo. O Econsciência opta por enumerar alguns factos associados ao consumo da carne - um hábito cada vez mais insustentável, cujas repercussões são ainda ignoradas por muitos. Pense nisto, antes de consumir carne:

  • De acordo com o Conselho Mundial da Água, são necessários 500 litros de água para produzir 1 kg de batatas, 1 000 litros para produzir 1 kg de trigo, 2 700 litros para produzir 1 kg de ovos e 13 500 litros para produzir 1 kg de carne de vaca.

  • Comer carne de porco implica uma dose de cereal 5 vezes superior até se obter a quantidade equivalente de calorias, comparada com a simples ingestão do próprio cereal.

  • São necessárias 3,3 kcal de petróleo para produzir 1 kcal de proteína vegetal a partir de cereal, 4,1 kcal de petróleo para produzir 1 kcal de carne de frango, 50 kcal de petróleo para produzir 1 kcal de carne de borrego e 54 kcal de petróleo para produzir 1 kcal de carne de vaca.

  • Um boi destinado ao abate necessita de 3 a 4 hectares de terra e produz em média 210 quilos de carne, num período de 4 a 5 anos. Neste mesmo período de tempo, numa extensão de terra equivalente, colhe-se, em média, 19 toneladas de arroz ou 34 de milho ou ainda 32 toneladas de soja.

  • Por ano, estima-se que 1,72 milhões de hectares de floresta da Amazónia sejam abatidos pelo sector da pecuária, segundo números da Greenpeace. Segundo dados do Banco Mundial e do Governo brasileiro, 80 por cento das terras desflorestadas na região da Amazónia estão ocupadas por explorações de gado.

2 comentários:

Manuela Araújo 2 de outubro de 2009 às 00:12  

Olá
Óptimo "post", óptimo texto.
Eu também continuo apelando à redução do consumo de carne, pelo menos, já que está difícil apelar ao vegetarianismo por cá.
Por mim, continuo reduzindo o consumo de carne.
Não sei se viram o filme sobre o veganismo que tenho lá este post do Sustentabilidade É Acção - Vegan - para ver e reflectir, mas se não viram, vale a pena ver e divulgar.
Um abraço

Men-Ho 2 de outubro de 2009 às 16:00  

Obrigado Manuela, pelo comentário e pelo link!

  © Free Blogger Templates Blogger Theme by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP