sábado, 24 de julho de 2010

Produtos tóxicos a evitar

Circulam pela internet muitos emails a alertar sobre substâncias cancerígenas nos produtos de higiene pessoal; circulam outros a desmenti-los e a classificá-los de paranóia virutal.

Opiniões à parte, o Environmental Working Group (organizção ambiental norte-americana de pesquisa e informação para a protecção da saúde pública e do ambiente) publicou uma lista das substâncias perigosas que estão presentes na maior parte dos produtos de higiene pessoal disponíveis no mercado.

Esta informação é essencial para a escolha dos produtos que trazemos para casa e colocamos na nossa pele e no nosso cabelo - todos os dias. Faça o download do Shopper's Guide to Safe Cosmetics, imprima-o e guarde-o na sua carteira. Vai precisar dele.

Ingredientes a evitar:

DMDM hydantoin e Imidazolidinyl urea
Contaminantes tóxicos.

Methylchloroisothiazolinone e Methylisothiazolinone
Alergénicos; afectam o sistema nervoso.

Parabenos (butylparaben, ethylparaben, propylparaben, methylparaben e outros com o sufixo “paraben”)
Afectam o sistema hormonal.

Polyethylene glycol (PEG) e substâncias com o sufixo “-eth”
Contaminantes tóxicos.

Sodium lauryl / laureth sulfate
Contaminante tóxico; nocivo para a pele.

Triclosan e triclocarban
Referidos no mercado como "antibacterianos", são na verdade pesticidas, segundo a US Environmental Protection Agency. Podem afectar o metabolisbo da tiróide, sendo também nocivos para o meio ambiente.

Triethanolamine (TEA)
Alergénico; contaminante tóxico.


Produtos a evitar:

Cremes anti-envelhecimento
com ácidos lácticos, glicólicos, AHA e BHA.

Tintas para cabelo
com amónia, peróxido, fenilenodiamina (p-phenylenediamine), diaminobenzeno; todas as tintas escuras permanentes.

Sabonetes líquidos para as mãos
com triclosan.

Vernizes para as unhas e acetonas
com formaldeído.

Creme para o corpo
com hidroquinona.


2 comentários:

Mãe da Rita 24 de julho de 2010 às 23:07  

A variedade de opiniões e de opções também torna difícil a escolha.
Existe tanta informação a circular e, muitas vezes, tão contraditória que se torna complicado fazer uma escolha.
Há uns tempos comecei por preparar detergentes em casa com ingredientes naturais. Um destes dias começo com os produtos de higiene.

Men-Ho 26 de julho de 2010 às 10:12  

Cerá certamente a opção mais segura!
Há, de facto, muita informação contraditória. Mas é como o filme do post anterior refere: acabamos por ser cobaias de uma gigantesca experiência. Coloca-se esta e aquela substância e depois logo se vê... os interesses económicos falam mais alto que tudo.

  © Free Blogger Templates Blogger Theme by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP